DICAS DE PORTUGUÊS: CUIDADO COM OS ACENTOS

terça-feira, 26 de abril de 2011

Se você estiver em dúvida se acentua ou não uma palavra, prefira não acentuá-la. O risco de se equivocar é bem menor. Isso porque a maioria das palavras da Língua Portuguesa não são acentuadas. O acento, portanto, é uma exceção. Por uma questão de economia e bom senso, as regras de acentuação gráfica só se aplicam às palavras que existem em menor quantidade. Por exemplo, vocês já se perguntaram por que todas as palavras proparoxítonas são acentuadas? Porque existem em menor quantidade que as paroxítonas e oxítonas.
Outro ponto importante em relação à acentuação das palavras é que uma regra que se aplica a um grupo delas não se aplica a outro. Por exemplo, devem ser acentuadas todas as palavras oxítonas terminadas em A, E e O, seguidas ou não de S (cajá, você, vovó). Nesse caso, as palavras paroxítonas de mesma terminação nunca serão acentuadas (casa, bebe, coco). Essa regrinha simples não foi observada pela banda Aviões do Forró no seguinte trecho da música “Roda o Copo na Cabeça”:

(...)

Êta, êta, a mulherada bêba
Êta, êta, a mulherada bêba
Êta, êta, a mulherada bêba
Descendo até o chão, rodando o copo na cabeça

(...)

“Eta” e “beba” são palavras paroxítonas terminadas em A e, por esse motivo, não são acentuadas, uma vez que já se acentuam as oxítonas que possuem a mesma terminação.
E, só para concluir, um aviso: côco gelado até dá para engolir, mas cocô verde, nem pensar. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostei do esclarecimento.

DicionarioeGramatica.com.br disse...

A rede globo não sabe essa regra tão básica de português: http://dicionarioegramatica.com.br/2016/01/10/eta-nao-eta-nunca-meta-acento-em-eta/ :(

Postar um comentário

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "