RECESSO NO PODER JUDICIÁRIO ESTADUAL

sábado, 17 de dezembro de 2011


No período de 20 de dezembro de 2011 a 6 de janeiro de 2012, todo o Poder Judiciário estadual estará de recesso. O atendimento ao público, nesse período, ficará restrito aos casos considerados urgentes: prisões, apreensão de menores, pedidos de liberdade, habeas corpus, mandados de segurança etc.

A Corregedoria da Justiça do TJRN elaborou uma escala de plantão, que abrange todas as regiões do Estado. As comarcas de Jardim de Piranhas, Caicó, São João do Sabugi e Serra Negra do Norte integram a Região V, as quais ficarão responsáveis pela apreciação de medidas urgentes, conforme distribuição constante do quadro abaixo:

DIA
COMARCA
VARA
20/12/2011
SERRA NEGRA
VARA ÚNICA
21/12/2011
CAICÓ
1ª VARA CÍVEL
22/12/2011
CAICÓ
2ª VARA CÍVEL
23/12/2011
CAICÓ
VARA CRIMINAL
24/12/2011
CAICÓ
JUIZADOS ESPECIAIS
25/12/2011
CAICÓ
JUIZADOS ESPECIAIS
26/12/2011
JARDIM DE PIRANHAS
VARA ÚNICA
27/12/2011
SÃO JOÃO DO SABUGI
VARA ÚNICA
28/12/2011
SERRA NEGRA
VARA ÚNICA
29/12/2011
CAICÓ
1ª VARA CÍVEL
30/12/2011
CAICÓ
2ª VARA CÍVEL
31/12/2011
CAICÓ
VARA CRIMINAL
1º/01/2012
CAICÓ
VARA CRIMINAL
02/01/2012
CAICÓ
JUIZADOS ESPECIAIS
03/01/2012
JARDIM DE PIRANHAS
VARA ÚNICA
04/01/2012
SÃO JOÃO DO SABUGI
VARA ÚNICA
05/01/2012
SERRA NEGRA
VARA ÚNICA
06/01/2012
CAICÓ
1ª VARA CÍVEL
07/01/2012
CAICÓ
2ª VARA CÍVEL
08/01/2012
CAICÓ
3ª VARA CÍVEL

4 comentários:

Anônimo disse...

Ja nao fazem nada sem recesso eh ainda com recesso eh o pais das mil maravilhas, os processos de inventarios nem pensar, quando eh que vao criar j u i z o, poder que nao pode ser desafiado tem que aguentar quem tem juizo.

ALCIMAR DA SILVA ARAÚJO disse...

Obrigado pelo comentário, caro anônimo. Não sei a quem você se refere quando afirma "já não fazem nada". Garanto que trabalho muito durante sete horas diárias, ininterruptamente, todos os dias da semana e em alguns sábados, domingos e feriados, em regime de plantão. Se acha que não trabalhamos, convido-o a passar um dia no fórum e verificar, você mesmo, a carga excessiva de trabalho a que estamos submetidos. Caso haja alguma reclamação a fazer, pode-se entrar em contato com a Ouvidoria e denunciar nossa "falta de juízo". Um abraço.

Anônimo disse...

Sr Alcimar: O problema a populaçao e o povo em geral nao quer saber quantas horas ninguem trabalha quer uma consideraçao final sobre seu processo que a anos vem se arrastando e vcs digo os desembargadores, juizes o ministerio publico vcs da parte burocraticas nao tem culpa, mais os juizes da comarca se acomordam parece um bocado de mauricinhos este eh o termo ideal para esta classe intocaveis do judiciario que nao querem trabalhar nem dao o lugar para quem quer fazer acontecer no caso deste procesos de todos os tipos que estao sem soluçao a decadas, por favor tenha consciencia de suas funçoes.

ALCIMAR DA SILVA ARAÚJO disse...

Não sei se você sabe, mas nós estamos sem juiz titular desde julho de 2010. Você acha possível um juiz ficar responsável por três comarcas ao mesmo tempo e, ainda assim, conseguir dar andamento a todos os processos?

Eu tenho consciência de minhas funções. Mas você, em seu comentário, generalizou. Deveria ter sido mais claro quanto às responsabilidades dos servidores. Ainda assim, concordo com quase todas as suas reclamações. Um grande abraço.

Postar um comentário

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "