FALANDO SÉRIO

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Um leitor deste modesto blog, de forma anônima, fez-me o seguinte questionamento:
        
Alcimar, fala sério! Robson Pires gosta de Você?

A pergunta, presumo, deve ter relação com o fato de eu utilizar postagens do blog de Robson Pires para dar algumas dicas de como melhor utilizar a Língua Portuguesa.

Em postagem anterior, já manifestei minha posição acerca desse fato. Nada tenho contra o Xerife ou qualquer outro blogueiro caicoense. Imagino que eles também não me desejem mal. Costumo usar postagens dos principais blogs da região como estratégia de ensino. Espelho-me, para tanto, no Professor Pasquale e em Dad Squarisi, que utilizam letras de músicas famosas e textos publicados pela grande imprensa para dar algumas lições de nossa língua materna.

Não utilizo os equívocos com a intenção de ridicularizar aqueles que os cometem. Sou Licenciado em Letras pela UFRN e durante doze anos lecionei Gramática, Redação e Literatura em escolas jardinenses. Minha experiência nessas áreas me mostrou que devemos respeitar as várias formas de se expressar. Não se pode ter preconceito linguístico com ninguém. Também não se deve ficar constrangido ou se sentir humilhado quando um professor o ensina a redigir conforme determinam as regras gramaticais. É essencial, para quem escreve, ser humilde e aberto a críticas e sugestões.

Todos estamos sujeitos a cometer equívocos. Não há um texto meu que não possa ser melhorado, corrigido, enriquecido. Não me considero superior a nenhum blogueiro ou jornalista. Apenas resolvi usar este espaço para repassar um pouco do que aprendi. Ao utilizar matérias dos principais blogs caicoenses ou dos jornais Diário de Natal e Tribuna do Norte acho que estou, na verdade, prestando uma homenagem a todos eles. 

11 comentários:

Anônimo disse...

Eu não só acho que você presta um grande serviço para todos, como também, deveria ser bem pago para tal.

Anônimo disse...

"...não se deve ficar constrangido ou se sentir humilhado quando um professor o ensina a redigir ...". Quanta modéstia!

ALCIMAR DA SILVA ARAÚJO disse...

Não estava me referindo a mim, caro anônimo, e sim a todos os professores, em geral. Já vi que você nunca foi meu aluno.

Anônimo disse...

Alcimar, o anônimo de, "quanta modéstia",esse chavão batidíssimo, não gosta de você. Tom Jobim ja disse "o sucesso no Brasil é ofensa pessoal". Você se acha um homem de sucesso, Alcimar? Ou esse anônimo só estaria amargurado?

Anônimo disse...

"A gente se apaixona por quem acabamos de conhecer". Pedro Bial, na chamada do BBB12. Acabamos ou acabou?

ALCIMAR DA SILVA ARAÚJO disse...

Não sou um homem de sucesso nem considero o anônimo uma pessoa amargurada. Apenas acho que ele não compreendeu bem o que escrevi.

Quanto à frase de Bial, o sujeito da segunda oração é "a gente". O verbo, portanto, deveria estar no singular: acabou.

Anônimo disse...

Frase de duplo sentido, mas de ampla interpretação. Infelizmente meu caro Alcimar "não fui seu aluno", talvez me tornasse um expert na língua portuguesa, não sei. Em relação a "quanta modéstia", quis fazer uma alusão ao ignóbil Xerife que não tem acompanhado o seu blog, para ver os infindáveis e inocentes erros que vem praticando.

ALCIMAR DA SILVA ARAÚJO disse...

Nesse caso, fui eu quem interpretou mal o que você escreveu. Peço-lhe que me desculpe.

Anônimo disse...

"Gata, o povo diz que você é sabida, estuda que só a porra.Então me diga, que eu digo, que você é danada, mesmo.Qual o certo, quêdi,cadê ou quêdê"?. Indagou o paquerador e galanteador Erasmo à beldade. Achando que se tratava de assédio por parte de um louco, a beldade frêchou por entre a multidão, desapareceu, sem antes responder a pergunta. "oxi! Ficou doida de tanto estudar". Concluiu Erasmo Cavalinho.

Alcimar, qual a resposta certa para a pergunta de Erasmo? Levando em conta que as três palavras fazem parte do vocabulário da nossa região.

Patricinha

ALCIMAR DA SILVA ARAÚJO disse...

Nessa eu não caio mais, não!

Anônimo disse...

Rapaz, eu pensei que você faria um discurso sociológico, antropológico, dissecaria o preconceito linguistico. Contudo hoje é vespera do encontro anual dos estimados, dos que querem te ver livre e leve. Amanhã, os caba de Padre João Maria viajaram no paraíso artificial das highlands. Depois de amanhã, talvez os devotos do Santo Padre pensem em Baudelaire, talvez nem precisem de suquinhos, nem da tal cabeça de galo, muito menos da ducha do Coremas.Já, Depois de depois de amanhã os visitantes do Blog do Alcimar estarão indóceis, precisarão da resposta do Alcimar, feita pela Patricinha.
Parece que já escuto a tropa clamando em ritmo de funk: responda, responda, responda, responda, responda Alcimar.

Patricinha

Postar um comentário

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "