ELEIÇÃO NÃO É BRINCADEIRA

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012


Todos os jardinenses sabem que a campanha eleitoral, visando à eleição do sucessor de Antônio Macaco, começou já há bastante tempo. Mesmo antes dos últimos acontecimentos, o assunto já monopolizava conversas, análises, enquetes e fuxicos de toda ordem.

Vou logo alertando que não vejo nada de mais em antecipar o processo eleitoral. Acho até saudável que o eleitor demonstre interesse pela Política, dada a importância que esta tem para o futuro das atuais e futuras gerações. O que me preocupa, na verdade, é a forma como alguns se comportam durante esse momento.

Eleição não se resume a um embate, no qual vale tudo para se sair vencedor. Há muita coisa em jogo. Vidas inteiras podem se perder ou ser radicalmente alteradas se não forem feitas as escolhas certas. Não é exagero afirmar isso. A disputa eleitoral visa, como até as pedras do Piranhas sabem, a escolher as pessoas mais capacitadas para dirigir nossos destinos. Por isso, não é prudente brincar com a situação.

Imaginem o risco que se corre em fazer uma escolha motivada por um simples capricho pessoal. Uma ambulância, negada a um eleitor adversário, pode custar a vida deste. Uma sala de aula quente e desinteressante é capaz de empurrar um adolescente para o crack. É possível que um concurso fraudado desestimule um jovem sonhador, que antes acreditava no poder de seu esforço e dedicação.

Governar uma cidade, por menor que esta seja, não é tarefa fácil para quem se propõe a realizar uma administração minimamente eficaz. Conclui-se, pois, que nem todos sejam preparados para vencer os desafios que certamente surgirão. Isso é fato. Cabe ao eleitor ser menos passional quando da análise das candidaturas a ele propostas. Está-se, afinal, escolhendo o futuro de si próprio e das pessoas que ama. Será tão difícil assim enxergar o óbvio?

13 comentários:

Anônimo disse...

enquanto a solitária andorinha alcimar tenta dissipar as nuvens negras que pairam sobre a medonha política de Jardim de Piranhas. Nos bastidores das campanhas, os candidatos disputam os melhores corretores, para comprar votos no atacado e no varejo.

jack malvado

Anônimo disse...

Não adianta Alcimar, a grande maioria irá votar por interesse pessoal, não pensando nas consequências que poderão trazer para o coletivo com suas escolhas erradas. Sinceramente, a única forma que vejo de mudar esse panorama, não só de Jardim de Piranhas e sim do Brasil, seria através do investimento na educação, para assim, as pessoas poderem entender a verdadeira consequência de um voto irresponsável.
Estamos plantado o que colhemos, são poucos os candidatos sérios que estão na política, devido a maneira de como se é eleito hoje no Brasil.

Sem mais, Acácio Borges.

Anônimo disse...

A soluçao para as coisas serem bem direitas eh jack malvaldo ser o salvador da patria ser prefeito eh muito justo exemplo para nossa cidade da bons exemplos a nossa comunidade, vamos com vc jack malvado para afundar de vez com o que vc quer.

Anônimo disse...

Eita Alcimar, vá sonhando e espere não acordar nunca, para não se depará com a realidade do nosso jardim sem flores, pois do contrário, terais uma grande decepção frente a negrada que só pensa em se arrumar e tantos outros que ficam esperando que as migalhas caiam da mesa para alimentá-los.

Anônimo disse...

Sugiro ao doito Oto criar seu próprio blog, assim ficarem livre de suas baboseira. Para quem ganha milhões dos cofres públicos sem nada produzir, é muito fácil ficar fazendo comentários indigestos, contruídos com palavras de significados ambíguos...até quando Alcimar teremos que engolir este xarope?

ALCIMAR DA SILVA ARAÚJO disse...

Todos são livres para comentarem as postagens, desde que não agridam nem atinjam a honra de alguém.

Anônimo disse...

Não criarei um blog.
Palavras ambíguas que assanha a ferida que lhe acompanha.
Comentários indigestos que atrapalham sua refeição indigna.
Crie coragem, me processe por ganhar milhões sem produzir. É um direito seu.
Assine o comentário para que eu possa classificar sua vida, sua alma. Também quero classificar a pessoa que você tenta defender.

Doido Oto

Anônimo disse...

xaropezinho para anonimazinha, magoadazinha, corretorazinha de votinhos, com mestradozinho em puxa-saquíssimozinho, doutouradozinho em faltinha de personalidadezinha, e principamentezinho, venalzinha.
viva a ambiguidade
salve a indigestão
ah tá na hora do meu xarope preferido

jack malvado

Anônimo disse...

Mora na cela da rejeição
Vizinho d'assombração
É refém da loucura
Afilhado da amargura
É síntese da solidão
Seu cárcere?
A masmorra do marasmo

Doido Oto Xarope

Anônimo disse...

Monta na insegurança
numa virgilância mórbida
Quando folga
faz retiro no aposento macabro dos babões
Toma banho na ducha da angústia
Janta dependência
e
deita no casulo da desconfiança

Doido Oto Xarope

Anônimo disse...

Mas, bah, tchê. Que "baboseira", que "palavras de significados ambíguos" e que "milhões dos cofres público", que tu falas, guria?

Anônimo disse...

Alguém avise a essa anta, que a censura no Brasil acabou. Alcimar, não publique os comentários do Doido Oto, e sim, as contas de água e luz, dessa figura que censura o doido.

Anônimo disse...

obrigado jardim!
eu, jack malvado e a banda bufa de anum tocaremos nesse carnaval eleitoral
sai do chão jardim!!!!!

vem vem vem
vem meu voto de cabresto
vem vem, meu babãozinho
vem que tem churrasco no alpendre
vem que tem farra pra valer
esmolas de todos os tamanhos
meus eleitores vão ter
depois me tranco na prefeitura
e boto pra fuder.

Postar um comentário

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "