SERIAM OS SANTOS SURDOS?

segunda-feira, 27 de agosto de 2012



Os fiéis leitores deste modesto blog já conhecem minha predileção pelas coisas do passado. Sou um assumido defensor das tradições e dos usos e costumes de nossos antepassados. Considero o conhecimento da História de fundamental importância ao crescimento de qualquer sociedade. O mundo em que vivemos, obviamente, não se iniciou hoje. Por essa razão, há de se preservar a memória e dar o merecido valor aos que nos precederam nesta amada terra.

Diante disso, muitos, certamente, estranharão este meu posicionamento: sou radicalmente contra a queima de fogos de artifício, seja em qual ocasião for. Não me refiro, no entanto, ao belo espetáculo visual que alguns tipos proporcionam. Incomodam-me, apenas, os excessivamente barulhentos, principalmente se detonados em horários impróprios.

Reconheço que shows pirotécnicos já se incorporaram às tradições nordestinas, principalmente nas médias e pequenas povoações, por ocasião de festejos religiosos. Costuma-se, também, utilizar-se de rojões visando a celebrar algum acontecimento importante ou a agradecer aos santos por alguma graça alcançada. Não questiono os motivos que levam alguém a queimar dinheiro. Porém, defendo haver outras formas de comemorar, mais benéficas às pessoas que nos rodeiam.

Por que investir em barulho, com a intenção de agradecer a determinado(a) santo(a), quando seria mais útil e humano adquirir cestas básicas e doá-las a quem delas realmente precisa? Por que insistir num tipo de comemoração que, geralmente, só é bem recebida por um número reduzido de pessoas? Quem, em sã consciência, gosta de ser repentinamente despertado por seguidas explosões? Idosos, enfermos e bebês concordariam com tais manifestações, acaso fossem consultados ou pudessem revelar sua opinião?

Esses e outros questionamentos deveriam ser feitos a si mesmos por todos os defensores do foguetório. Há alguns dias, iniciou-se uma campanha na rádio local a fim de se adquirirem os fogos que serão detonados durante a Festa da Padroeira. Nada contra os responsáveis e os doadores, ainda que não consiga achar um único argumento capaz de justificar tamanho desperdício. Trata-se de uma tradição a ser revista, dada sua incompatibilidade com o atual estágio da sociedade. Não mais se justifica incomodar um grande número de pessoas apenas em nome de um costume, no mínimo, de gosto duvidoso. Como já frisado acima, há variadas formas de demonstrar contentamento sem que os tímpanos alheios sofram.

Aceito opiniões contrárias. Só não me apareçam com chacotas ou ataques gratuitos. Em vez de tentar desqualificar o emissor, lancem mão de argumentos sólidos e racionais. Promover debates sérios e produtivos é, como vocês sabem, o principal objetivo deste blog. Não estou me opondo a ninguém ou a nenhuma religião. Alio-me, isso sim, aos que defendem o direito de todos à paz e à tranquilidade, direito esse que, em nenhum momento, pode ser relativizado.

3 comentários:

Anônimo disse...

alcimar, seu grau de civilidade é uma ilha em meio ao oceano de grosseria e mesquinhez de jardim de piranhas. mas caba, o idiota e o fora da lei costumam comemorar atirando para o alto. o disparo da pistoleta, mesmo massacrando o sossego do, recém-nascido, enfermo, trabalhador e idoso, é o modo mais inteligente que um incivilizado(babaca mesmo) tem de sinalizar sua presença no mundo. o desejo desenfreado de aparecer, mesmo sem ter o menor cabimento ou o menor talento, é um praga em jardim de piranhas. nossa cidade está lotada de papangús de tempo integral. ai, liloca.

Anônimo disse...

desde de 2001, a quase totalidade dos eleitores de jardim de piranhas vota por dinheiro. não há nenhum problema nisso. as eleições em jardim são democráticas, porque continua acatando a vontade da maioria da população. quem bolou essa nova ordem?

Anônimo disse...

Concordo plenamente com você meu caro amigo.
Jardim já estava precisando de um basta com relações a esses fogos,que bom seria se todos adotasse a sua brilhante ideia de doar cestas básicas ao invés de soltar essas pistolas que nos incomadam tanto. Jardim precisa de pessoas assim como você para nos forecer esclarecimentos,orientações e acima tudo a sua imensa sabedoria.Janyeire.

Postar um comentário

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "